Dor de cabeça de sinusite é diferente: saiba como não confundir

Dor de cabeça de sinusite é diferente: saiba como não confundir
6 minutos para ler

A dor de cabeça de sinusite é uma condição bastante incômoda, especialmente para as crianças. Trata-se de uma doença também chamada de cefaleia sinusal, que se caracteriza por uma intensa dor na região da cabeça e rosto que vem acompanhada de outros sintomas, como inflamação nos seios da face.

A sinusite é agravada, principalmente, quando o indivíduo é acometido por resfriados e alergias. De fato, esse quadro clínico acaba trazendo congestionamento e inflamação das vias nasais.

Quer saber como evitar que você e seus filhos sejam vítimas da dor de cabeça de sinusite? Este artigo vai abordar as causas, sintomas e meios de prevenção dessa doença. Acompanhe a leitura e saiba mais detalhes!

A dor de cabeça de sinusite

A dor de cabeça de sinusite é uma condição que se caracteriza, principalmente, por uma pressão no crânio e forte dor latente na região próxima aos olhos, nariz e maçãs do rosto — conhecidas como seios paranasais da face. São cavidades ósseas e ocas do crânio que apresentam 2 aberturas na direção ao nariz.

Os seios da face são estruturas fundamentais para o rosto. Eles apresentam várias funções, como aumentar a ressonância da voz, aquecer o ar que é inspirado, diminuir o peso do crânio sobre o pescoço e facilitar a sustentação dessa região. São revestidos por um tipo de mucosa com grande quantidade de glândulas, que sintetizam o muco e transportam substâncias estranhas e nocivas para o ambiente exterior, impedindo que elas penetrem nas vias aéreas.

Os fatores de risco da dor de cabeça de sinusite

As situações que têm o potencial de aumentar a probabilidade de desenvolver a cefaleia decorrente da sinusite são:

  • alergias — rinite alérgica e asma, por exemplo;
  • resfriado ou infecções na região respiratória;
  • infecções na região do ouvido;
  • amígdalas cultivadas;
  • pólipos nasais;
  • problemas nasais — desvio de septo, por exemplo;
  • fibrose cística;
  • baixa imunidade;
  • lesões na região facial que acabam impedindo a passagem sinusal;
  • infecção ou abscesso dentário.

Os sintomas da dor de cabeça da sinusite

A dor de cabeça de sinusite pode variar de leve a intensa, podendo ser maior durante o período da manhã. Ela costuma ser caracterizada por uma dor na face, atrás da testa, nas bochechas, na parte ao redor dos olhos e ouvidos e no maxilar superior.

O sintoma também pode piorar quando a pessoa se inclina, principalmente ao abaixar a cabeça ou se deitar. No entanto, o quadro clínico não tem qualquer relação com a luminosidade. Em regra, os sinais costumam variar conforme a origem da doença e o quadro de saúde do paciente.

A dor na cabeça também pode vir associada a outros sinais de sinusite, como:

  • congestão nasal;
  • drenagem nasal espessa;
  • secreção nasal nas cores branca, amarelada ou verde;
  • coriza;
  • febre;
  • fadiga;
  • dor de garganta;
  • tosse intensa;
  • mau hálito.

Essa condição é bastante comum em bebês ou crianças pequenas, decorrente da sinusite infantil. Por isso, é importante que os pais fiquem em estado de alerta e observem a existência de secreções nasais e sinais de febre, tosse, sonolência e eventuais dificuldades para respirar e engolir alimentos.

As causas da dor de cabeça decorrente da sinusite

As causas desse problema geralmente decorrem de alergias e infecções virais que atingem o trato respiratório superior e causam inflamação do tecido nasal, aumentando, assim, a quantidade de secreção nasal e causando congestão e nariz entupido.

Isso acontece porque a passagem dos seios nasais está obstruída e não consegue fazer a drenagem normal de líquidos e secreções que, por sua vez, acabam se acumulando e deixando os tecidos inchados, trazendo pressão e dor para a região.

Em condições normais, o fluxo e a quantidade de secreção que passam pelos seios da face são normais e praticamente imperceptíveis. Contudo, as alterações anatômicas, condições infecciosas e alérgicas promovem a inflamação do tecido das mucosas e deixam a região mais vulnerável ao surgimento da doença.

O diagnóstico e o tratamento da dor de cabeça de sinusite

O diagnóstico da doença deve ser feito pelo médico. Para isso, o profissional vai fazer algumas perguntas para o paciente sobre hábitos de vida e histórico médico. Após, ele poderá solicitar a realização de alguns exames a fim de observar a existência de secreções sinusais, como a tomografia computadorizada e a endoscopia nasal.

O tratamento para a dor de cabeça do seio envolve a desobstrução do canal nasal, combate à infecção e a drenagem do líquido e secreção presentes no local. Para isso, são utilizados medicamentos específicos. Caso eles não sejam suficientes para conter a doença, poderá ser indicada a realização de cirurgia.

Medicamentos

Os medicamentos que podem ser prescritos pelo médico são:

  • analgésicos;
  • anti-histamínicos para evitar alergias;
  • descongestionantes para desbloquear as fossas nasais;
  • spray nasal com esteroides que diminuem a inflamação;
  • antibióticos para tratar eventual infecção bacteriana.

É válido lembrar que os medicamentos só devem ser ingeridos se forem prescritos pelo médico, jamais por meio de automedicação.

Cirurgia

A cirurgia apenas costuma ser recomendada para pacientes que apresentam deformidades na estrutura óssea facial e que, por isso, desenvolvem a sinusite crônica com mais facilidade. Para isso, o médico faz a intervenção cirúrgica com o objetivo de ampliar a área de abertura dos seios e cavidades nasais. Contudo, a maioria dos indivíduos responde bem ao tratamento medicamentoso, sem que necessitem de cirurgia.

Cuidados pessoais

Alguns cuidados pontuais podem contribuir para evitar o surgimento da doença:

  • evitar o cigarro;
  • beber bastante líquido;
  • usar sprays de água salgada para umedecer o canal nasal e expelir sujeiras;
  • respirar ar úmido e quente;
  • evitar ingerir bebidas alcoólicas, pois o álcool gera inflamação dos tecidos nasais.

Os tipos de sinusite

A dor de cabeça decorrente de sinusite é oriunda de uma inflamação dos seios nasais. Essa doença pode se apresentar de várias formas. A depender da causa, ela pode assumir as seguintes modalidades:

  • sinusite viral;
  • sinusite alérgica;
  • sinusite bacteriana;
  • sinusite fúngica.

A dor de cabeça de sinusite é uma condição bastante desconfortável, causada pela obstrução da passagem nasal e inflamação dos tecidos dessa região. A boa notícia é que esse quadro clínico pode ser facilmente revertido, caso o paciente siga corretamente as instruções médicas.

Quer saber mais sobre a causa desse sintoma desagradável? Então, entenda o que você deve analisar para saber se o seu filho está com sinusite!

Você também pode gostar

Deixe um comentário