fbpx

Quais são os sintomas de bronquite asmática?

sintomas de bronquite asmática
6 minutos para ler

O corpo vive exposto a uma grande quantidade de ameaças todos os dias. Muitos dos perigos não são visíveis a olho nu, mas apresentam um grande potencial de causar problemas para o sistema respiratório. É nesse cenário que podem surgir os sintomas de bronquite asmática.

De modo geral, essa expressão é o nome popular dado à asma, que trata-se de uma inflamação dos brônquios que ocasiona o surgimento de sintomas desagradáveis, como falta de ar, chiado e bastante dificuldade para respirar.

Independentemente da terminologia utilizada, é muito importante ficar atento a essa condição, principalmente pessoas que apresentam predisposição genética e estão mais suscetíveis às ameaças externas que podem desencadear o surgimento dessa doença.

Para ajudá-lo a evitar esse quadro clínico, este artigo vai abordar as principais causas e os sintomas de bronquite asmática. Continue a leitura e saiba como se proteger de maneira mais adequada!

O que é a bronquite asmática?

A bronquite asmática é o nome que se refere popularmente à asma. Trata-se de uma doença crônica que causa a inflamação dos brônquios que ocasiona a obstrução desses canais aéreos e a produção de um muco consistente— gerando espasmos musculares e dificultando a passagem do ar.

Essa condição é causada quando o indivíduo tem contato direto com partículas e substâncias irritantes, como poeira e agentes químicos, como produtos de limpeza.

É importante deixar claro que a bronquite asmática não é uma doença transmissível entre as pessoas, embora possa ser desencadeada por fatores genéticos, que têm o potencial de serem transmitidos de geração em geração. Dessa forma, se torna mais comum o aparecimento dos mesmos sintomas dentro de uma família.

Em regra, a crise de asma é desencadeada de forma individual. Isso significa que nem todas as pessoas que sofrem de asma vão manifestar sintomas ao entrar em contato direto com os agentes alérgenos, como pólen, poeira e baixas temperaturas.

A bronquite asmática pode ter cura caso a alergia que desencadeia a doença seja expelida definitivamente do organismo. Isso pode ser obtido por meio da aplicação de vacinas específicas, que podem ser recomendadas pelo médico pneumologista ou alergologista.

Contudo, na maioria dos casos, a alergia não consegue ser curada. De qualquer forma, a pessoa acometida por esse problema pode levar uma vida saudável e totalmente normal. Para isso, é necessário ingerir a medicação prescrita e realizar os tratamentos indicados pelo médico, com o objetivo de reduzir os sintomas e controlar as crises.

Fatores de risco da bronquite asmática

A crise de bronquite asmática surge por meio de gatilhos específicos. Geralmente, ela está associada com a alergia respiratória. Nesse sentido, os indivíduos que estão mais vulneráveis e têm alguma tendência a apresentar outros tipos de alergias, como a alimentar ou de pele, por exemplo, também estão mais sujeitos a desenvolver a bronquite asmática.

Os principais fatores de risco que propiciam o surgimento dos sintomas da bronquite asmática são:

  • resfriado;
  • estresse;
  • fumaça de cigarro;
  • atividades físicas em excesso;
  • contato com fragmentos que causam alergia, como pólen, mofo, poeira, ácaros e fungos;
  • contato com substâncias químicas, como gases, produtos de limpeza e inseticidas;
  • consumo de determinados alimentos, como leite, ovos, peixes e frutos do mar.

Sintomas da bronquite asmática

As crises podem durar alguns minutos, como também podem se prolongar por vários dias. De uma forma geral, os principais sintomas da bronquite asmática que estão mais presentes nos pacientes são:

  • falta de ar;
  • dificuldade para respirar;
  • respiração rápida e curta;
  • tosse seca;
  • chiado no peito;
  • sensação de peso no peito;
  • pouca quantidade de catarro;
  • pontas dos dedos e boca ligeiramente arroxeados.

Tratamentos para a bronquite asmática

A bronquite asmática é provocada pela produção de muco espesso que desencadeia a formação de um edema e inflama as vias aéreas, deixando-as irritadas e dificultando o ar de chegar até o pulmão.

Essa espécie de broncoespasmo é um quadro temporário. De fato, é possível controlar essa condição por meio da ingestão de medicamentos específicos e a realização do tratamento adequado. As principais maneiras de aliviar o incômodo causado pelas crises se dão por meio de alguns tratamentos: medicamentos broncodilatadores e anti-inflamatórios e a nebulização, também conhecida como inalação.

Os ativos broncodilatadores têm o papel de expandir o canal dos brônquios e permitir a passagem de ar de maneira adequada. No entanto, a função deles para por aí. Esse tipo de medicação não tem o potencial de atuar na inflamação e reduzir a infecção. Por sua vez, os anti-inflamatórios contêm corticosteroides inalatórios que ajudam a reduzir a inflamação e o inchaço presente nas vias respiratórias.

Além da medicação, há outros métodos que trazem uma sensação de alívio para os sintomas da bronquite asmática. Os grandes exemplos nesse sentido são a inalação de soro fisiológico e a vaporização. Esse tratamento deixa o muco menos espesso, tornando-o mais fluido, e proporciona uma melhor entrada e saída de ar.

Também é importante mencionar que o tratamento da bronquite asmática é escolhido pelo médico levando em conta alguns elementos, como o hábito de vida do paciente, as causas da doença, a existência de fatores genéticos, idade, etc. Para isso, o médico deve fazer uma avaliação completa do paciente, antes de determinar os melhores tratamentos.

Existe muito o que fazer para amenizar os sintomas da bronquite asmática. Entre os métodos recomendados, existem os que trazem alívio imediato dos sintomas, como os remédios específicos, e aqueles que ajudam a prevenir as crises. Por outro lado, a melhor forma de prevenção é por meio de bombinhas convencionais contendo corticoides.

Os sintomas de bronquite asmática podem não ter cura e serem extremamente difíceis de desaparecer definitivamente, mas apesar de os sinais se manifestarem de maneira desconfortável, é possível o tratamento recomendado pelo médico para fortalecer a região pulmonar e evitar a total obstrução dos canais respiratórios. Dessa forma, o paciente acometido por essa condição clínica pode levar uma vida totalmente normal.

Quer saber mais detalhes sobre essa doença e se prevenir com mais rigor? Entre em contato com a Omron Healthcare Brasil e conheça a nossa linha de inaladores que podem ajudá-lo a aliviar os sintomas da bronquite asmática!

Você também pode gostar

Deixe um comentário