fbpx

Não se assuste! Tosse em crianças é mais comum do que se pensa

tosse em crianças
6 minutos para ler

Muitos pais acreditam que a tosse em crianças sempre indica um problema de saúde grave. Mas não se assuste! Entendemos essa preocupação, pois a saúde dos pequenos é muito frágil em comparação à dos adultos. Eles pegam mais infecções todos os anos e a impulsividade os deixa mais vulneráveis a acidentes.

Tossir nem sempre indica problema de saúde e, na maioria das vezes, é um quadro benigno. Por essa razão, preparamos este post com todas as informações mais importantes sobre o assunto. Assim, você vai entender como surge a tosse, quais são os sinais de alerta e as medidas para aliviá-la. Acompanhe!

O que é a tosse?

A tosse é um mecanismo de defesa do nosso corpo para eliminar micro-organismos, secreções, partículas e objetos que estão obstruindo as vias aéreas. No entanto, frequentemente, ela é desencadeada por fatores inofensivos, como as mudanças de temperatura. Por essa razão, vamos explicar direitinho o seu mecanismo para que você saiba quando deve se preocupar.

Nosso tubo respiratório é composto por nariz, faringe, traqueia, brônquios e bronquíolos. Todos eles são revestidos por uma camada de células que contêm vários receptores de informação do ambiente. Alguns deles avaliam a presença de bactérias, fungos e poeira enquanto outros conferem a temperatura.

Se encontrarem algo suspeito, esses receptores enviam uma mensagem para o cérebro para desencadear a tosse, que não cessa até que o estímulo seja retirado. Essa rede é muito sensível, então, nem sempre o sintoma deve ser uma preocupação para os pais.

Quais são os tipos de tosse que devem preocupar?

Os pais devem aprender a identificar alguns sinais que podem indicar que algo mais sério está acontecendo.

Tosse seca crônica

Quando a tosse persiste por mais de três semanas, uma consulta com o pediatra deve ser marcada o quanto antes. Assim, ele poderá avaliar as vias aéreas, ouvir o pulmãozinho da criança e pedir exames para esclarecer o diagnóstico. Frequentemente, ele notará somente uma irritação benigna, mas pode identificar também doenças mais sérias, como a tuberculose ou a asma.

Tosse produtiva

Geralmente, as crises de tosse totalmente inofensivas são secas, de forma que a presença de secreção abundante merece uma consulta com o médico. Se a expectoração estiver amarelada, pode estar acontecendo um processo infeccioso.

Tosse com sangue

A menos que a criança esteja com alguma ferida na boca, não é normal o surgimento de tosse com sangue. Esse quadro pode indicar uma condição muito grave, sendo preciso levar a criança ao médico rapidamente. Por outro lado, se a criança teve um acesso de tosse muito intenso por alguns minutos, riscos bem pequenos podem aparecer na secreção. Nesse caso, não é preciso correr para a urgência.

Tosse com sons estranhos

Se você ouvir um som de guincho ou um assovio metálico durante a tosse, esse é um sinal bem característico da aspiração de algum objeto. Esse é um caso de urgência médica, que deve ser tratado em um pronto-socorro o quanto antes ou com uma equipe do SAMU, se não houver um hospital perto.

Mudança na coloração da boca

Se, durante a tosse, a criança ficar mais de um minuto sem respirar ou apresentar uma coloração azul ou roxa na boca, é também uma urgência médica.

Chiado

Os chiados ou os sibilos são sinais que evidenciam uma bronquiolite viral ou o início de um quadro de asma. Por essa razão, o pediatra de referência da criança deve ser contactado para orientações.

Dor no peito

A dor no peito é frequente na pneumonia, uma infecção no pulmão, que precisa de um tratamento específico e rápido. Nas crianças mais velhas, ela é fácil de perceber, pois elas relatam o sintoma. Em bebês, no entanto, a dor pode se manifestar por uma agitação maior ou um choro inconsolável.

Presença de febre ou de desânimo

A febre ou uma queda no estado geral da criança quase sempre aponta para um processo infeccioso. Somente um médico está capacitado para identificar a causa mais provável e prescrever um tratamento certo. Não tome nenhuma medida de automedicação, mesmo que tenha conversado com um farmacêutico.

Quais são as principais causas de tosse?

Agora que você sabe os principais sinais de alerta na tosse, vamos explicar os principais fatores que a provocam:

  • tempo seco: talvez seja a principal causa de tosse, pois atrapalha a lubrificação da faringe e da traqueia;
  • frio: as temperaturas mais baixas geram um ressecamento das vias aéreas, que ficam irritadas e estimulam uma tosse seca persistente;
  • calor: os bebês ainda não têm o sistema nervoso bem desenvolvido. Assim, diante do calor, eles podem ter reações estranhas, como a tosse. Achando que os pequenos estão com frio, os pais os cobrem, piorando a crise;
  • alergias: o contato com um alérgeno desencadeia quadros que podem durar algumas horas;
  • corpo estranho: as crianças estão o tempo todo colocando objetos na boca e podem acabar engolindo, obstruindo as vias aéreas;
  • secreções nasais: se o pequeno estiver com o nariz entupido, a secreção vai se deslocar para a garganta durante a noite e irritar a garganta;
  • infecções virais e bactérias: os micro-organismos fazem surgir um processo inflamatório nas vias aéreas e no pulmão.

Como prevenir algumas crises de tosse em crianças?

A prevenção das crises de tosse pode ser feita de várias formas. A mais importante é a retirada de objetos pequenos dentro dos ambientes de convivência dos pequenos, pois isso evita a consequência mais grave: a asfixia por corpo estranho. Ademais, as consultas frequentes com o pediatra são importantes para identificar doenças crônicas ou infecções do sistema respiratório.

Por fim, no inverno e no tempo seco, não podemos abrir mão da umidificação das vias aéreas dos pequenos. Isso evita processos irritativos e o desconforto. Para isso, existem vários equipamentos, como os nebulizadores e os umidificadores de ar.

Com todas as informações apresentadas, você já deve ter percebido que é preciso ter bastante cuidado no manejo da tosse em crianças. Deve-se evitar a automedicação, pois elas podem piorar o quadro ou mascarar um problema mais sério. Mas fique tranquilo! A maioria das causas de tosse são inofensivas e são reações rápidas a algum estímulo ambiental.

Quer continuar recebendo as melhores dicas de saúde e bem-estar? Então, não deixe de assinar a nossa newsletter!

Você também pode gostar

Deixe um comentário